Ads Top

As referências teatrais da primeira temporada de 'Crazy Ex-Girlfriend'


Se você é apaixonado por musicais precisa conhecer 'Crazy Ex-Girlfriend'. A série é uma comédia romântica cheia de músicas incríveis e muito humor, uma das melhores séries musicais que já vimos.

Rachel Bloom, uma das produtoras da série, também atua, interpretando Rebecca, uma advogada bem sucedida e infeliz com a vida que reside em Nova Iorque. Em um surto repentino, foge do escritório e na rua reencontra seu amor da adolescência Josh Chan, novamente ela se vê apaixonada por ele e decide abandonar toda sua vida e se mudar para a cidade natal de sua grande paixão, West Covina, onde segundo ele a vida é tranquila e todos são felizes.


Chegando na cidade ela conhece Greg, interpretado por Santino Fontana, conhecido pela atuação em Cinderella na Broadway no papel do príncipe Topher em 2013. Ela também conhece Paula (Donna Lynne Champlin), que se torna sua melhor amiga e faz de tudo para que seu romance com Josh de certo, tirando o fato de que ele tem um relacionamento sério de anos com Valencia.

Para os fãs do teatro brasileiro a série presenteia com os dubladores. Paula Capovilla, conhecida como a Evita brasileira dubla Rebecca, o time ainda conta com Thiago Machado cantando as canções de Josh e Fred Silveira arrasando nas músicas interpretadas por Greg.

Então, vamos as referências, o primeiro número da série é a chegada de Rebecca em West Covina, e a cena se compara com a chegada de Eva Peron em Buenos Aires, uma das cenas mais marcantes do musical  'Evita'.



Em 'feelin' Kinda Naughty' revivemos o clipe de 'I Kissed Girl' de Katy Perry e a canção 'Mama I'm a Big Girl Now' de 'Hairspray'.



'Settle For Me' cantada por Greg em uma tentativa de convencer Rebecca a lhe dar uma chance, a canção foi inspirada em 'Night and Day' do filme 'The Gay Divorcee'.



Logo nas primeiras notas de 'Flooded With Justice' quem é fã de 'Les Misérables' já percebe a familiaridade com 'Do You Hear The People Sing', pois a semelhança tanto da música quanto da cena é indiscutível.



'I'm The Villain in My Own Story' resgata a imagem das grandes vilãs das histórias infantis. Além de Rachel Bloom caracterizada como a 'Rainha Má' de 'Branca de Neve' da Disney, e de menções de 'Hércules' e 'Aladdin', 'Ursula', da 'Pequena Sereia', teve seu solo 'Poor Unfurtunate Souls' utilizada como base para a criação da melodia da música cantada na série.



'Dreamgirls', outro sucesso da Broadway também ganhou uma homenagem da série.



E no final da primeira temporada acontece um número brilhante de Paula em 'After Everything I Have Done For Your' onde ela fala tudo o que fez para ajudar Rebecca, a cena trás claras referências ao musical 'Gypsy' e aos delírios de 'Mamma Rose'.



Para você que é fã dos teatros e musicais 'Crazy Ex-Girlfriend' é a série mais indicada para entrar no topo da lista, e o melhor de tudo é que as três temporadas está disponível na Netflix.

Prontos para maratonar?


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.