Ads Top

ALBUM REVIEW | Dua Lipa lança seu primeiro álbum e só tem hino


A cantora e compositora Dua Lipa, chegou não faz muito tempo ao mercado POP e já está encantando todos. Seu álbum debut foi lançado nessa sexta (02), autointitulado 'Dua Lipa', atingiu #1 nos charts do iTunes do UK em sua estreia. E aqui temos um track by track para falar desse álbum merecedor de aplausos.

1. Genesis: Começando bem, Dua traz um som mais cru em Genesis. As batidas e melodias usadas nos deixa conectados logo de cara com o álbum. Se esperava um refrão com mais energia, mas ao ouvir o decorrer das faixas é notável que: calma, só começou!



2. Lost In Your Light (feat Miguel)Entrando na vibe real do álbum da Dua, vemos sua primeira colaboração (e única). Na batida inicial, nós já sentimos os acordes nos remetendo ao lado dance/soul que é uma característica que Dua queria chegar em sua musicalidade. Miguel trás a voz perfeita pra completar o trecho "Hold me, trust me" e nos deixa apaixonados. Na ponte da música, é onde podemos sentir toda sensualidade desse encontro sensacional entre Dua Lipa e Miguel.



3. Hotter Than HellPra sentir toda força de uma voz, Dua Lipa nos efervesce com o poder de Hotter Than Hell. Um dos seus primeiros singles e mais famosas músicas, é por meio dela que dá pra entender porque Dua está arrasando nesse novo pop.  Lipa abraça sua bad-girl e sua obscuridade nessa canção, além de nos tocarmos pessoalmente com sua composição, é ótima para dançar.



4. Be The OneSeu segundo single, foi com Be The One que Dua Lipa foi revelada para esse mundo. Dá pra chorar e dá pra dançar, bastante bipolar? Sim. Dua é uma grande compositora e essa faixa mostra o que todos temos vontade de fazer quando sentimos saudades do ex, chamar ele de volta e se arrepender de todos os erros querendo ser o único (Be the one), ou não né?! Não dá pra negar a nostalgia sentida ao ouvir essa música pela primeira vez, e segura firme porque você passará dias cantarolando "Be the onebe the onebe the one"



5. IDGAF: É fácil chegar até aqui e pensar que Dua não consegue​ nos impressionar. O melhor é que ela consegue sim, Don’t Give A Fuck, é um grito de libertação e de superação​. Os altos na música, lembra todo empoderamento e só fixa mais a mensagem.  uma dica que casa bem com essa faixa: pega sua escova de cabelo, canta pelo quarto naquela performance, porque vem hit aí.



6. Blow Your Mind (Mwah):  Falando em empoderamento, Dua Lipa dá uma dose de confiança e poder feminino em Blow Your Mind. "If you don't like the way I rock, then finish your glass of wine", ela manda um 'fuck off' para todos que já subestimaram uma mulher, pois elas podem sim te impressionar. Um grande hit de Dua, essa canção não dá pra ficar de fora das nossas playlists, nem dá pra cantar sem fazer o "Mwah". 



7. Garden: Sempre chega no momento em que você deita, relaxa e só quer ouvir essa voz maravilhosa. Garden faz toda uma reflexão de um relacionamento que está preso na falta de reciprocidade, e toda melancolia é transmitida pelos vocais graves da Dua 



8. No GoodbyesSeguindo no ritmo de baladinhas do álbum. Dua arrisca novamente em um som mais diferente, dando uma mágica para No Goodbyes, no refrão da faixa é cantado alguns trechos em agudo e distante do vocal principal, o que remete uma 'despedida'. Um das faixas mais gostosas de ser ouvida.  



9. Thinking 'Bout YouSegura o coração, que essa é pra quando bate aquela bad. Uma das maiores propostas de Dua Lipa é focar no ramo do R&B e Pop, e é nessa faixa que ela ganha nota 10 nesses quesitos. O som envolvente de Thinking 'Bout You, poderia está na voz de qualquer outra cantora, mas encaixou perfeitamente na dela. O clipe mostra toda sensualidade de Dua que combina perfeitamente com a faixa.



10. New RulesDua Lipa trouxe um som muito experimental para New Rules, porém, um experimento que não deu muito certo. A musicalidade ficou confusa, mas não deixa nossos pés paradinhos, então se tocou na festinha dos amigos dança bastante, só que pouco provável de você coloca-la em suas músicas favoritas. 



11. Begging: Sem mais frustações, Dua se encontra completamente e deixa essa linda faixa pra nossas vidas. Mais uma de suas composições românticas e sonoridade digna desse debut, Begging é ótima para ser trabalhada como single e até ganhar um clipe. A penúltima música que já vai nos deixando com saudade de todos os hinos anteriores.



12. Homesick: A última e mais memorável. QUE HINOOOO, foi essa união de Dua Lipa e Chris Martin. Na faixa não conta como um feat dos dois mas os vocais de Chris acompanham a voz de Dua pela música. A composição linda, e sonoridade única, nós faz parar de sentir tudo e ao mesmo tempo sentir lá no fundo do nosso coração, com essa música tocando. Algo tão forte nos faz pensar como Dua Lipa está começando e já está mostrando tanto potencial em seu primeiro álbum.  


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.