Ads Top

'2007: O Ano do Pop' apresenta: The Bad Girls


Olá meninas do blog, tudo bom com vocês? Por aqui está tudo lindo, mas vamos deixar de conversa fiada e vamos direto ao que interessa, até porque hoje temos coisa à beça para lembrar. Essa é a primeira matéria do '2007: O Ano do Pop' e a pauta de hoje são as 'Bad Girls do ano de 2007'.


Acontece que em 2007, algumas estrelas da música pop, atrizes de Hollywood e socialites americanas (todas talentosas, ou não) deram um jeitinho bem peculiar de aparecer nos tabloides, e podemos dizer que não foram pelos motivos "apropriados". Mas chega de suspense, vamos dar nome aos bois (ou seriam às vacas?).

No topo da nossa lista de meninas 'perturbadas' temos ela mesma, a incrivelmente talentosa inglesa Amy Winehouse.


Em 2007, Amy estava no auge dos seus 24 anos de idade e alcançou reconhecimento mundial através do álbum Back To Black, que lhe rendeu seis indicações ao 50° Grammy Awards (2008), onde a maluquinha faturou cinco dos seis prêmios aos quais concorreu (PO DE RO SA). Mas todo esse sucesso profissional foi antecedido por uma série de escândalos e internações em clínicas de reabilitação.


Em agosto de 2007, Amy sofreu uma overdose, daí resolveu procurar a famigerada Rehab, mas não teve jeito, mesmo com uma alta precoce a nossa magrelinha teve que cancelar toda a sua turnê pelos Estados Unidos. E não foi só isso não, minha gente, tem mais coisa, olha só...

Em outubro, Amy foi presa na Noruega por posse de maconha, pagou a fiança e foi liberada. Depois disso, o seu marido Blake Fielde-Civil foi preso por suborno quando acusado de obstrução à justiça. Aí, meus amigos, foi só ladeira abaixo mesmo. A turnê da cantora que contava com 17 apresentações pela Inglaterra foi suspensa por motivos de saúde, isso porque o primeiro show foi um fiasco, imaginem a cena: Amy bem louca do cu, cambaleando no palco e sem lembrar a letra das músicas (QUER SABER, não imaginem não, vejam com seus próprios olhos que é mais legal).



A segunda da lista é a ruiva mais amada de Hollywood, a menina malvada Lindsay Lohan. Na época, LiLo tinha apenas 21 anos e viveu um 2007 cheio de manchetes escandalosas. Em janeiro daquele ano, Lindsey foi encontrada desmaiada no corredor de um hotel após a cerimônia de entrega do Globo de Ouro, o que a levou para a já citada rehab. E as derrotas não acabaram por aí não... em maio, a jovem foi presa por dirigir toda bebum e cheia dos entorpecentes na bolsa, coisa que se repetiu uns dois meses depois (que menina danada, gente).


No final de tudo, a bichinha não passou mais que duas horas confinada, mas ficou perambulando por Los Angeles com uma bela duma tornozeleira eletrônica. A ruiva louca voltou a se internar, e depois de sua alta, seguiu com um discurso de arrependimento, mas parece que as desculpas não deram muito certo e o resultado de tanta barbaridade podem ser sentidos até hoje, já que a carreira dela nunca mais foi a mesma.


A terceira da lista de maloqueiras do No Lustre é ninguém mais, ninguém menos que a maior herdeira profissional que vocês respeitam... Paris Hilton.


Em maio de 2007, Paris foi condenada por um tribunal de Los Angeles à 45 dias de prisão por dirigir toda alterada, e esse foi só o início do drama da platinada. Ao que nos consta, ela foi liberada para cumprir a pena em prisão domiciliar após 3 dias trancafiada na jaula, mas a coitadinha foi levada de volta para delegacia após um juiz decidir que a riquinha rica tinha mais era que cumprir a pena no xilindró. Mas tá tudo certo né, até porque ela continuou sendo bem rica e bem linda depois disso tudo.


Agora, o último (e mais apaixonante) nome da nossa lista é a ETERNA princesinha do pop: Britney Spears (ou Britoca, para os íntimos).


Naquele ano, parece que baixou a pomba gira na nossa garota Disney e ela resolveu meter o loco real, e claro que tudo foi acompanhado de pertinho pela mídia, afinal estamos falando da pessoa que é a miss sonho americano desde que ela tinha 17 anos (se você entendeu a referência, me abraça).


Britoca entrou e saiu de clínicas de reabilitação, raspou a cabeça na máquina zero, bateu em um fotógrafo com um guarda-chuva (?) e se separou do seu então marido (e eterno babaca) Kevin Federline.


Além de tudo isso, nossa diva maior perdeu a guarda dos seus dois filhos, Sean e Jayden, para o seu ex marido. E como desgraça pouca é bobagem, a linda ainda protagonizou um dos momentos mais épicos na história dos VMA’s, mas essa é outra história e ainda vai dar muito pano pra manga, sim.


UUUFA, é isso gente! Depois de tanta derrota, nós do No Lustre esperamos do fundo do nosso coração que vocês tenham curtido a primeira das nossas sete colunas especiais, e que ao contrário das meninas aí de cima, a matéria tenha sido só sucesso. Curtam, compartilhem e nos ajudem a enaltecer as presepadas cometidas pelas alucinadas do mundo pop.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.