Ads Top

#Resenha | Mergulhe na West Coast com Lana Del Rey



Uma batida seca introduz o novo hino de verão da Lana Del Rey, os três primeiros segundos de música prometem um trabalho diferente de tudo que a poeta já fez. A sua nova musica te convida a conhecer a Costa Oeste do Estados Unidos através de suas metáforas montadas em alegorias que fazem com que você idealize o cenário perfeito, e inclusive mergulhe no mar que banha a Califórnia. Como de direito, Lana não dispensa sua rima rica em conteúdo para falar de sexo, drogas e rock 'n' roll.

Down on the west coast. They got a saying. If you're not drinking.Then you're not playing. 
(Na costa oeste. Eles tem um ditado. Se você não está bebendo. Então não está brincando.)

O teor alcóolico da música aumenta a libido da cantora na segunda estrofe. Onde ela revela que na costa oeste tudo pode acontecer. E ela prova que tudo pode acontecer mesmo, te levando ao um pré-refrão acelerado, o ápice da musica com frases quentes:



(Me sinto mais sensível a cada toque e você diz que sente minha falta. E eu sempre digo que sinto muita saudade. Mas algo me mantêm bem distante. Estou viva, sou a lux˙ria, seu amor, seu amor, seu amor.)

A partir desse momento algo magnifico, que somente Lana Del Rey sabe fazer melhor, acontece. Uma quebra na melodia apresenta uma mistura de ritmos abafados e suaves, que obriga seu corpo despencar do cume da musica e descer lentamente até o chão, a composição tropical te faz sentir as brisas vindas do mar.
I can see my baby swinging. 
(Posso ver meu amor nadando.)

O refrão te leva pra esse mergulho, ou te faz ver alguém mergulhar, a clássica cena onde um homem musculoso surgindo entre as ondas para te salvar. Parece coisa de Hollywood, pior que é mesmo, por que Lana Del Rey também fala da cidade do cinema na musica.

They got their icons. Their silver starlets.

(Eles tem seus icons. Suas estrelas prateadas.)

They love their movies. Their golden dozen and rock'n'roll groupies.
(Eles amam seus filmes. Eles tem muito ouro e tietes de rock.)

A musica como te transporta para uma aventura intensa pela Califórnia. E como aconteceu na primeira parte, a intensidade diminui e tudo parece ficar mais lento quando entra no refrão. Mas afinal sobre o que West Coast fala? Com tantas referências a Costa Oeste usadas como pretexto para cantar sobre amores ideias e cinematograficos, sim, Lana é a melhor nisso. Você consegue a ouvir mais uma vez suplicando a dor de amar.

On the balcony and I'm singing. Move baby, move baby, I'm in love.
(No balcão e estou cantando. Mexa-se amor, mexa-se amor, estou apaixonada.)

E pelo jeito nos tambem estamos apaixonados por West Coast, e ansiosos pelo Ultraviolence, se está foi uma previa do que está por vir, algo grandioso irá acontecer na carreira de Lana Del Rey, e na história da musica.

 

Em sua conta official do Youtube a musica foi postada com uma previa repetitiva do clipe que ainda não tem data para ser lançado. A previa traduz a canção em frames onde Lana aparece girando na praia ao lado de seu West Coast Boy. Apaixonem-se:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.