Ads Top

A polêmica de Can’t Remember To Forget You, existem problemas maiores que isso

I Can’t Remember To Forget You
O babado do momento é que o clipe de “Can’t Remember To Forget You” interpretado pela Shakira em parceria com a Rihanna pode ser banido.
Isso porque o político colombiano Marco Fidel Ramirez deu início a uma petição para tirar o vídeo do ar, alegando apologia ao consumo de entorpecentes e também ao homossexualismo. Como se não bastasse, o moço ainda acusa nossa querida Shakira de incentivar roubos e matanças (OI?).
O curioso (e irônico) nessa história é que essa acusação tenha sido obra de um político colombiano. Pra quem não sabe, a Colômbia é responsável por cerca de 75% da produção mundial de cocaína, e um quilo do produto puro pode ser vendido a R$1.500,00.
É claro que o governo colombiano já tomou algumas medidas preventivas quanto à plantação e comercialização do alucinógeno, além é claro, de com tais medidas ter enfraquecido o poder da as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), mas nem isso tudo conseguiu extinguir a produção do produto.
O que eu quero dizer é que o político Marco Ramirez provavelmente possui problemas maiores envolvendo drogas e narcotráfico no seu país de atuação.
Quanto a apologia ao homossexualismo, a única coisa que posso dizer é que espero realmente que Marco JAMAIS assista a novela “Amor à Vida”, se não, sabe lá os problemas que ele pode trazer à nossa amadíssima Rede Globo de Televisão.
No mais, os fãs de Shakira e da POP Music em geral, esperam que isso não leve a nada e que o clipe ainda possa correr solto por aí, porque a música é boa e a Shakira aparece mais linda que nunca ao lado do ícone Rihanna.
Quem ainda não conferiu o clipe, aproveita enquanto Marco Fidel ainda não conseguiu tirar o vídeo do ar, dá play:



Crítica por: Thaís Tsuh 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.